Analytics:

quarta-feira, outubro 01, 2008

Globrazilian Grooves

# A Mugo, uma das melhores formações do novo rock goiano, apareceu no começo da semana no topo do ranking nacional do Myspace. A banda, que tem como guitarrista o Léo Alcanfor, ex-Violins, encabeça a lista que ainda tem, lá embaixo, Vanessa da Matta e até, curiosidade quase mórbida, um tal Agnus Christi, conjunto death metal de Anápolis – cidade próxima à capital.




O Mugo ainda nem lançou seu primeiro disco cheio, mas os dois ep’s que se espalharam pelo mercado, virtual ou não, trouxeram um merecido reconhecimento precoce. Com quase meio milhão de page views, a página da banda no Myspace disponibiliza seis pop-songs furiosas, cheias de distorção em afinações baixas e vocais selvagens. O primeiro disco, intitulado Go To The Next Floor, está prometido para breve.




# Diego de Moraes e o Sindicato, o nome mais comentado dos últimos tempos em Goiânia, ganhou lugar na coletânea organizada pela revista Belga Brazuka (publicação franco-brasileira com tiragem mensal de 30 mil exemplares, voltada para a cultura brasileira na Europa, distribuída em Paris e Bruxelas), preparada pelo pessoal do projeto Criolina (que produz uma das festas mais legais de Brasília há 4 anos, sempre nas noites de segunda feira), batizada Criolina Globrazilian Grooves, e que enumera gente de peso como Tom Zé, Eddie, Mundo Livre S/A, B Negão, Cidadão Instigado, Cérebro Eletrônico e Do Amor, além de vários outros (de Goiânia, além do Diego, também entrou o duo electro-caipira de ocasião Control Z).





Diego de Moraes (que acabou de voltar de shows pelo norte do Brasil) participam com a faixa Amigo, e o download de todo o track list (que soma 34 artistas) você pode conseguir clicando aqui.


# Na tarde (é, à tarde) do próximo sábado, um dos shows mais legais do circuito independente brasileiro da atualidade desembarca novamente em palcos goianos. Pela segunda vez em poucos meses o paulista Curumin traz à cidade seu Japan Pop Show, nome também de seu segundo (e ótimo) disco. A apresentação do multi-instrumentista na última edição do Bananada foi simplesmente arrebatadora, e ganhou para si o título de melhor show do festival (seguido de perto pelo Mtakara3, projeto eletrônico-experimental de Maurício Takara, baterista do Hurtmold).


Alguns poucos meses depois vi o músico em ação em palcos cuiabanos, dentro da programação do festival Calango, e se a “vibe” intimista de gafieira que se instaurou na arena acolhedora do Martim Cererê durante o Bananada não decolou no Mato Grosso (talvez pela dimensão do lugar, que não permitia um contato mais próximo entre banda e público), o profissionalismo marrento de Curumin salvou o espetáculo.


O cenário para o show, dessa vez, será as dependências do House Garden, e eu não posso te dizer o que acho do lugar por que nunca botei meu par de tênis lá, mas a produção do evento (que está nas mãos do amigo Diogo Barros, da Monstro Discos) garante que o espaço é dos mais charmosos. Se eu fosse você não perderia o show de um dos melhores discos do ano.
.
.
Te vejo lá?
.
.
.
.
# E da série, Pornografia Colorida para Crianças, segue a mais nova coqueluche do Youtube, que percorre veloz milhares de janelas do msn, numa onda divertida de XXXMovies "infantis" (hehehe). Porém, muito cuidado nessa hora. Não aperte o play se estiver no trabalho - ao alcance da vista do seu chefe, ou na casa da sua avó - com a família ao fundo tomando chá com biscoitos. Mas não deixe de assistir, você também vai querer enviar o link para seus lista de amigos do msn. Play:
.
.
.
.
.
Fui!

2 comentários:

Ulisses disse...

"we're sorry, this video is no longer available" :P

Cara, tô louco pra ver o Curumim, mas o House Garden me assusta um pouco.

Carpe Diem

Anônimo disse...

credo!