Analytics:

sábado, novembro 18, 2006

A avalanche instrumental mato-grossense!!



* De Londrina

# Começou ontem o Demo-Sul, auto-proclamado o maior festival de música independente do interior do Brasil. O blogueiro chegou em Londrina pela manhã, trocou impressões com o pessoal das bandas e jornalistas no hotel e no restaurante durante o almoço, e no começo da noite fomos todos levados para a chácara Lima, onde se realizaria a festa.

# # A cobertura completa e detalhada do festival poderá ser conferida na primeira edição de 2007 da revista Decibélica. Por enquanto adianto que o trio cuiabano Macaco Bong fez, de longe, a melhor apresentação da noite de abertura. Transitando com desembaraço por vias próximas do post rock europeu, mas fazendo curvas arriscadas – porém perfeitas – e se embrenhando firme nos ângulos finos do jazz rock de um Jeff Beck da vida, a avalanche instrumental mato-grossense roubou a cena.

# # # Ocupando um honroso segundo lugar, a gaúcha Superguidis também foi aplaudida com empolgação por algumas centenas de humanos. Com um improvável e bem humorado lirismo urbano, muito bem acomodado entre guitarras ardidas e cozinha dançante, a banda – que lança seu segundo disco em 2007 pelo Senhor F Discos, de Brasília - segue como destaque festivais Brasil afora.


* O Blog deve estar de volta à Goiânia na terça feira, e então dá maiores detalhes do Demo Sul 2006. Se tudo der certo, posto algo aqui antes da volta.

* * Prometo ainda pra essa semana um trecho do entrevistão com o Violins, falando sobre o disco novo, que será integralmente publicado também na primeira edição de 2007 da Decibélica.


Então até mais pra você.
Vou ali no hotel ver se ainda tem alguém zoando o Finatti. Deve ter.

Um comentário:

Amanda Zacarkim disse...

Macaco Bong foi foda, muito bom.